sábado, 12 de dezembro de 2009

Garbage Jukebox | The Fun Theory

Esta é fácil...temos um concurso internacional cujo "site is dedicated to the thought that something as simple as fun is the easiest way to change people’s behaviour for the better. Be it for yourself, for the environment, or for something entirely different, the only thing that matters is that it’s change for the better." e temos uma equipa portuguesa a concurso...!
A parte fácil é que só têm que votar! Já estão em 3º lugar! O concurso termina dia 15 de Dezembro, portanto...já falta pouco! Passem a informação, partilhem... pela Nação! ahaha
«Portugal and Spain share more than common traditions and lifestyles. They share common problems. In both countries it is usual to get together with friends in weekend nights in selected city spots. Everyone seems to have a blast but they seem to forget to clean up after themselves, leaving a lot of empty plastic cups and bottles behind. So how can we make putting the empty bottles and plastic cups in their rightful place a fun thing? Nothing goes better with friends and party than music. What if the soundtrack of the party was dependent on their hability to clean up after themselves?
That's exactly what the "Garbage Jukebox" does! Every bottle equals 1 minute of music, and every plastic cup equals 1/2 minute. The time you gain on the Jukebox is cumulative, so, as long as everybody puts their empty bottles and cups in the Jukebox, the music never stops!
Submitted by Francisco Morgado Véstia»

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

The Logical Song


Here

When I was young, it seemed that life was so wonderful,
A miracle, oh it was beautiful, magical.
And all the birds in the trees, well they'd be singing so happily,
Joyfully, playfully watching me.
But then they send me away to teach me how to be sensible,
Logical, responsible, practical.
And they showed me a world where I could be so dependable,
Clinical, intellectual, cynical.

There are times when all the world's asleep,
The questions run too deep
For such a simple man.
Won't you please, please tell me what we've learned
I know it sounds absurd
But please tell me who I am.

Now watch what you say or they'll be calling you a radical,
Liberal, fanatical, criminal.
Won't you sign up your name, we'd like to feel you're
Acceptable, respectable, presentable, a vegetable!

At night, when all the world's asleep,
The questions run so deep
For such a simple man.
Won't you please, please tell me what we've learned
I know it sounds absurd
But please tell me who I am.

SUPERTRAMP

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Lisboa "Menina e Moça"


Aqui


Lisboa menina e moça, menina
Da luz que meus olhos vêem tão pura...



E hoje deu-me para isto...programas culturais?! Que vos parece?!

Este será um grande fim-de-semana, e animado, diga-se! Com a vinda de uma amiga a Lisboa há que tentar mostrar o melhor da "menina e moça" num curto espaço de tempo...mas como?

Verdade seja dita que, apesar de viver nesta linda cidade há 8 anos, não a conheço assim tão bem [e refira-se que a "noção" de "linda" Lisboa foi um processo, para mim!, evolutivo!. Começou por ser a "terrível" grande cidade em que as pessoas são centradas em si próprias sem rasgarem um sorriso ou um 'Bom Dia'; ao presente, do maravilhoso cosmopolitanismo do Chiado, às tradicionais lojas baixistas, aos teatros, aos museus, aos monumentos por 'bravos' erguidos, às paisagens de verde e de mar, chegando ao preciosismo da calçada portuguesa!]. Assim, nada melhor que ir à aventura... Ver roteiros turísticos, agendas culturais ou a Time Out que, por certo, darão a ajuda necessária. E é com base nesta última que passo a enumerar algumas actividades para Outubro! =)

A não perder!:

- 10ª Festa do Cinema Francês: quem não gosta d' "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain"? Agora temos oportunidade de visualizar alguns dos melhores filmes que se fazem por terras francesas, sendo que este ano a homenageada é Agnès Verda (Les Plages d'Agnès - este documentário andou pelas salas de cinema mas por acaso não o vi). Fica aqui a programação para Lisboa.

- Amália, Coração Independente: já lá vão dez anos desde que o ícone do nosso Fado partiu e, como que mergulhados no nevoeiro, o saudosismo nacionalista volta à berra para comemorar (todos os anos!) a memória da fadista. Desta feita, é o CCB pela mão da colecção Berardo, que nos traz uma nova perspectiva da "fadista através de documentos, pinturas e filmes". Já sabem que a entrada é grátis.

- Festa no Chiado: haverá algo melhor que festas no Chiado?! Já vai na sua 13ª edição e o Centro Nacional de Cultura promove "oito dias de festa com concertos em igrejas e teatros, uma feira de alfarrabistas, exposições, visitas guiadas e acções de rua". É grátis e dá vida ao Chiado, é só ir procurando!


- 2ª Edição do Lisboa Restaurant Week: fantástico! Espero que o projecto, a julgar pelo aumento da procura, tenha vindo, definitivamente, para ficar. Aqui está uma óptima ideia (para nós apreciadores de boa comida) aliada a fins sociais.

Para quem não conhece, o conceito é "democratizar a restauração de qualidade" através da associação de restaurantes conceituados (e caros! - Eleven, Faz Figura, Bocca, Olivier, Kais, Conventual, etc. etc.) que fazem menus de 20€ (entrada, prato e sobremesa), sendo que 1€ reverte para instituições de solidariedade social (Ajuda de Berço e Janela Aberta, por ex.).

Esta 2ª edição decorre de 8 a 18 de Outubro e é de aproveitar!=D

- MUDE Museu do Design e da Moda: "Ante-estreia, Flashes do MUDE", a partir de dia 11 Out., deixou-me com vontande de correr! A Time Out escreve que esta exposição terá "um conjunto de peças que protagonizaram mudanças profundas ao longo do século XX, tanto no design como na moda." Poderia ser mais interessante?! Claro que sim! =)

Ao nível do design, a exposição terá peças de Russel Wright ou Le Corbusier, para citar exemplos. Mas o que realmente amei é que a atenção dada à moda sendo os eleitos - Vivienne Westwood, Jean Paul Gaultier ou John Galliano, por exemplo.

Aiiiiiii como adoro o Galliano! =D

- Last, but not the least, algo que me é muito querido... a Festa da Índia, no Museu do Oriente. Vai estar patente de 8 a 24 de Outubro, com uma série de actividades - desde massagens indianas, passagem de modelos de saris, espectáculo de dança kathak, especialidades gastronómicas, aprender a tocar tablas (lindo!), ou fazer tatuagens de henna (que saudades!).. por isto tudo, e muito mais, vale mais do que a pena!!! =D

Que tal, para um fim-de-semana?

Divirtam-se!!!=D

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Outono


Imagem Autor Desconhecido

Pode não parecer, pois o calor ainda se faz sentir vibrante, mas o Verão chegou ao fim.
O Outono vai reclamando o seu lugar ao sol, com as folhas a esvoaçarem, com os ramos a aparecer, com as noites mais frias, e outras cores a despontar...
Que venha...e o que trouxer, que venha por bem...

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Warning


Floating in this

Cosmic jacuzzi

We are like

Frogs oblivious

To the water

Starting to boil

No one flinches

We all float face down

Incubus

quarta-feira, 29 de julho de 2009

"Technicolor"

«29-07-2009 9:15:00

Pintos "Technicolor"

Podia ser um anúncio sobre as potencialidades de cor de um qualquer sistema audiovisual daqueles que fazem saltar as imagens do ecrã, de tão coloridos que são. Mas não é um anúncio. Estes pintos foram pintados, um a um para serem vendidos como animais de estimação num mercado de manila, nas Filipinas. Custam 8 cêntimos. Fotografia: Cheryl Ravelo/Reuters» in Fotos @ Público


terça-feira, 28 de julho de 2009

Sean Riley & The Slowriders

Já conheço há algum tempo. A primeira vez que ouvi, gostei. E fiquei curiosa por saber quem eram (são). Não foi nada fácil, julguei mesmo que era uma nova banda estrangeira!

Já tentei ouvir um concerto deles por telemóvel mas não foi um grande êxito, apesar de ter sido uma tentativa carinhosa da parte do meu irmão.

Mas hoje...apeteceu-me dar a conhecer!

E ainda bem, porque afinal há Boa Música.... Portuguesa! =)

http://www.myspace.com/seanrileymusic

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Go now & live



Experience. Dream. Risk. Close your eyes and jump. Enjoy the freefall. Choose exhilaration over comfort. Choose magic over predictability. Choose potential over safety. Wake up to the magic of everyday life. Make friends with your intuition. Trust your gut. Discover the beauty of uncertainty. Know yourself fully before you make promises to another. Make millions of mistakes so that you will know how to choose what you really need. Know when to hold on and when to let go. Love hard and often and without reservation. Seek knowledge. Open yourself to possibility. Keep your heart open, your head high and you spirit free. Embrace your darkness along with your light. Be wrong every once in a while, and don't be afraid to admit it. Awaken to the brilliance in ordinary moments. Tell the truth about yourself no matter what the cost. Own your reality without apology. See goodness in the world. Be Bold. Be Fierce. Be Grateful. Be Wild, Crazy and Gloriously Free. Be You.

Go now, and live.
(Autor Desconhecido)

sábado, 4 de julho de 2009

Never too late...

«For what it’s worth: it’s never too late or, in my case, too early to be whoever you want to be. There’s no time limit, stop whenever you want. You can change or stay the same, there are no rules to this thing. We can make the best or the worst of it. I hope you make the best of it. And I hope you see things that startle you. I hope you feel things you never felt before. I hope you meet people with a different point of view. I hope you live a life you’re proud of. If you find that you’re not, I hope you have the strength to start all over again.»
The Strange Case of Benjamin Button

domingo, 28 de junho de 2009

Blossom



Não há ninguém perfeito.

Nós queremos apenas pessoas imperfeitas, que sejam perfeitas para nós...

Estou muito filosófica...é o que dá a converseta bem regada num óptimo jantar com as amigas! =)

E siga....

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Live...


Here


Life will break you. Nobody can protect you from that, and living alone won’t either, for solitude will also break you with its yearning. You have to love. You have to feel. It is the reason you are here on earth. You are here to risk your heart. You are here to be swallowed up. And when it happens that you are broken, or betrayed, or left, or hurt, or death brushes near, let yourself sit by an apple tree and listen to the apples falling all around you in heaps, wasting their sweetness. Tell yourself that you tasted as many as you could.
— ~ Louise Erdrich

terça-feira, 2 de junho de 2009

Countdown II


Começa nas guitarras...baixo...bateria...aquela voz... caramba!


But I'll take my time anywhere

Free to speak my mind anywhere

And I'll redefine anywhere

Anywhere I may roam


...and the earth becomes my throne

I adapt to the unknown

Under wandering stars I've grown

By myself but not alone

I ask no one


Os S E N H O R E S...


quarta-feira, 27 de maio de 2009

Nicola

Aqui fica o aviso às pessoas sensíveis...

Não leiam! =)

Lindo!!!

Ahahaahahahahaah

terça-feira, 26 de maio de 2009

O estado da Nação VII


Começo a achar que das duas uma - ou não temos remédio, ou estamos mesmo muito mal remediados!

Eu estava bastante contente de chegar a casa, de me esticar no sofá e apreciar o sol que tanto brilhava. Mas foi sol de pouca dura - foi até ao exacto momento em que liguei a televisão...erro! Devia ter ligado o rádio, óbvio!

Há um qualquer tempo de antena nos quatro canais (até Outubro vou ponderar ter tv cabo ou não ligar definitivamente a televisão!) para os partidos dissertarem nos propósitos pelos quais devem ser eleitos pelos cidadãos portugueses para o Parlamento Europeu - por muito pouca gente conhecido como um órgão do povo, para o povo.

Reparei no pequeno pormenor que estão a gastar as suas resmas de dinheiro a (des)informar os cidadãos...razão pela qual entendo, cada vez melhor, como é tão mais fácil esconder a cabeça não na areia, mas no centro da Terra. Isto só para não ter que ouvir tamanhas barbaridades, ou a falta delas (ainda se admitia que as tivessem tido...as ideias, claro!).

Isto tudo, portanto, deve-se aos quatro tristes partidos que tive a “oportunidade” de ouvir (ainda estou a pensar no que ouvi...) e ver na televisão – alegadamente para apelar ao voto para o dia 7 de Junho, ou seja, as eleições EUROPEIAS! (Bem sei que já repeti...)

Assim sendo, deixo aqui alguns dos brilharetes que francamente me impressionaram. Mas que me impressionaram mesmo!

  • MEP – Movimento Esperança Portugal – candidata Laurinda Alves

“Tenho vinte anos e vou votar na Laurinda Alves porque acredito que fará a diferença” – já nem menciono a que tinha 20 anos, o que tinha 22 anos, e muito menos o facto agora sim ter a certeza que a Laurinda Alves vai revolucionar o Parlamento Europeu ... (menos mal, a Catalina Pestana apelou ao voto, uau...!)

“Sou da Madeira, sou Madeirende e voto na Laurinda Alves para o Parlamento Europeu” – fantástico! Com um fã madeirense, vamos lá! De certeza...!

  • PPM – Partido Popular Monárquico

Desconheço quem seja o candidato mas o nome também não deve ser importante porque nem sequer mencionado foi (posso-me ter abstraído de tão pasma que estava!)...ainda assim esta ave rara teve algumas saídas brilhantes, sendo que o “farto” (incluindo o plural = “fartos”) foi a palavra de ordem.

O que mais gostei foi a vontade de trazer o “Portugal de 800 anos” para a Europa. Ainda pensei que em vez das Europeias fosse um movimento do "Volta D. Sebastião, volta!". Contudo, o que pretende mesmo é o Portugal monárquico por oposição ao Portugal de “100 anos”, sendo que este último vai ser celebrado brevemente e não passa de um “regime sem contraditório” (o quê??????).

Quase que me levantei para bater palmas... mas isso foi um pequeno pensamento depois de ter caído no chão de tanto rir!

Fantástico!!! Uma bela prestação!

  • POUS4 – Partido Operário de Unidade Socialista

Ainda julguei que fosse um perfume novo e que tinham colocado o "anúncio" erradamente no alinhamento, mas considerando o ar da senhora mudei de ideias. Nunca tinha ouvido falar de tal coisa (=partido), nem sei o nome da senhora, mas também não interessa...

O que importa verdadeiramente é que a senhora, quando não se engasgar no que ler, irá:

- lutar para que se “ouça” os problemas da Quimonda;

- lutar contra a crise do desemprego que se faz sentir em Portugal;

- irá tentar evitar a deslocalização das empresas que têm em vista o lucro, e

- tudo fará por uma “campanha política que forçará o Governo ao desenvolvimento do país” .

E o país está ao rubro com estas propostas!

Bravo, bravíssimo!!!

Depois das palmas fiquei um pouco confusa....não sei exactamente de que governo ela está a falar...(a menos que se vá queixar do Sócrates para o Parlamento Europeu -tenho a certeza que se tivesse dito isto com as letras todas teria tido mais impacto...).

Não sei quem terá esclarecido a senhora, mas nunca ouvi/li/vi/etc. que uma empresa não tivesse em vista o lucro, a menos que se chame Fundação, Organização Não Governamental, ou uma qualquer Associação que lhe valha. Vou ler, ver, ouvir...novamente, qualquer coisinha.

Last, but not the least, aproveito para deixar o melhor para o fim. Foi, sem dúvida, este o partido que superou francamente todas as minhas expectativas!

Este foi sem dúvida a cereja no topo do bolo!

  • CDS – candidato Nuno Melo (este eu sei...gaita! se calhar também deveria saber os outros...ups!)

Os temas dissertados explanaram:

- “em quatro anos aumentaram nove impostos” – 9 impostos minha gente, fujamos!

- (... abstraí-me....)

- desemprego

- (...abstraí-me..........)

- governo socialista – bla bla bla

Portanto...

Ainda fiquei à espera mas já tinham terminado.

Fui beber um copo de água.

Acalmei.

Era mesmo verdade.

O único sinal que “aquilo” é para as eleições europeias e não para as autárquicas...só mesmo o slogan - “Europeias 09”.

Bravo...! Não, a sério... FANTÁSTICO!!!!

13 candidatos, 13 propostas.

Se forem todas assim...

Excelentíssimos Senhores

Excelentíssimas Senhoras,

Parabéns!

Vão dar mais uma vez razão ao facto de estarmos na cauda da Europa.

Obrigada por se esforçarem tanto!,

A vossa cidadã

Atenção!

Admito que o erro possa ter sido meu e a esta conclusão se dever o facto de não ter retirado o som à televisão...mea culpa!

Assim sendo queiram ignorar o acima exposto.

Links:

- Eleições Europeias 2009

- Gabinete em Portugal do Parlamento Europeu

- Comissão Europeia

- Representação da Comissão Europeia em Portugal

- Conselho da União Europeia

- Centro de Informação Europeia Jacques Delors (os partidos políticos podem começar por visitar este website!...)

Pirataria - O Regresso

Os Piratas estão de volta!

Esqueçam o Jack Sparrow e as Caraíbas, ou a Somália!

Estes Piratas são bem Europeus e estão a abrir alas por entre os jovens, sobretudo quando «defendem a livre partilha de ficheiros, mesmo que estes estejam sujeitos ao pagamento de direitos de autor.»

Está bem, pronto...

Viva a Democracia e Viva às eleições Europeias!

segunda-feira, 18 de maio de 2009

sexta-feira, 15 de maio de 2009

::.Pedra Filosofal.::


Imagem


Eles não sabem que o sonho
é uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer,
como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso,
como este ribeiro manso
em serenos sobressaltos,
como estes pinheiros altos
que em verde e oiro se agitam,
como estas aves que gritam
em bebedeiras de azul.

Eles não sabem que o sonho
é vinho, é espuma, é fermento,
bichinho álacre e sedento,
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento.

Eles não sabem que o sonho
é tela, é cor, é pincel,
base, fuste, capitel,
arco em ogiva, vitral,
pináculo de catedral,
contraponto, sinfonia,
máscara grega, magia,
que é retorta de alquimista,
mapa do mundo distante,
rosa-dos-ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que é cabo da Boa Esperança,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de dança,
Colombina e Arlequim,
passarola voadora,
pára-raios, locomotiva,
barco de proa festiva,
alto-forno, geradora,
cisão do átomo, radar,
ultra-som, televisão,
desembarque em foguetão
na superfície lunar.

Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida,
que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança.

António Gedeão in Movimento Perpétuo, 1956

quarta-feira, 18 de março de 2009

RY


By Foureyes @ Photo.net

"I walked the world with you, babe
A thousand miles with you
I dried your tears of pain, babe
A million times for you

I'd sell my soul for you babe
For money to burn with you
I'd give you all, and have none, babe
Just, just, justa, justa to have you here by me
Because..."

domingo, 8 de fevereiro de 2009

:: Dream ::


©Melaney L. Parker

"Do you know how to make a dream come true?"

"No..."

"You need to wake up...then you fight for it..."

sábado, 10 de janeiro de 2009

Inventário da Normalidade

Inventário da normalidade

«Resolvi fazer uma pesquisa com meus amigos sobre aquilo que a sociedade considera um comportamento normal. A seguir, listo alguns destes absurdos com que convivemos todos os dias, porque a sociedade considera normal:

1] Qualquer coisa que nos faça esquecer nossa verdadeira identidade e nossos sonhos, e nos faça apenas trabalhar para produzir e reproduzir.

2] Ter regras para uma guerra (Convenção de Genebra).

3] Gastar anos fazendo uma universidade, para depois não conseguir trabalho.

4] Trabalhar de nove da manhã as cinco da tarde em algo que não dá o menor prazer, desde que em 30 anos a pessoa consiga aposentar-se.

5] Aposentar-se, descobrir que já não tem mais energia para desfrutar a vida, e morrer em poucos anos, de tédio.

6] Uso de botox.

7] Procurar ser bem-sucedido financeiramente, ao invés de buscar a felicidade.

8] Ridicularizar quem busca a felicidade ao invés do dinheiro, chamando-o de “pessoa sem ambição”.

9] Comparar objectos como carros, casas, roupas, e definir a vida em função destas comparações, ao invés de tentar realmente saber a verdadeira razão de estar vivo.

10] Não conversar com estranhos. Falar mal do vizinho.

11] Sempre achar que os pais estão certos.

12] Casar, ter filhos, continuar juntos mesmo que o amor tenha acabado, alegando que é para o bem da criança (que parece não estar assistindo as constantes brigas).

12ª] Criticar todo mundo que tenta ser diferente.

14] Acordar com um despertador histérico ao lado da cama.

15] Acreditar em absolutamente tudo que está impresso.

16] Usar um pedaço de pano colorido amarrado no pescoço, sem qualquer função aparente, mas que atende pelo pomposo nome de “gravata”.

17] Nunca ser directo nas perguntas, mesmo que a outra pessoa entenda o que se está querendo saber.

18] Manter um sorriso nos lábios quando se está morrendo de vontade de chorar. E ter piedade de todos os que demonstram seus próprios sentimentos.

19] Achar que arte vale uma fortuna, ou que não vale absolutamente nada.

20] Sempre desprezar aquilo que foi conseguido com facilidade, porque não houve o “sacrifício necessário”, e, portanto não deve ter as qualidades requeridas.

21] Seguir a moda, mesmo que tudo pareça ridículo e desconfortável.

22] Estar convencido que toda pessoa famosa tem toneladas de dinheiro acumulado.

23] Investir muito na beleza exterior, e se preocupar pouco com a beleza interior.

24] Usar todos os meios possíveis para mostrar que, embora seja uma pessoa normal, está infinitamente acima dos outros seres humanos.

25] Em um meio de transporte público, jamais olhar directamente nos olhos de uma pessoa, caso contrário isso pode ser interpretado como um sinal de sedução.

26] Quando entrar no elevador, manter o corpo voltado para a porta de saída, e fingir que é a única pessoa lá dentro, por mais lotado que esteja.

27] Jamais rir alto em um restaurante, por melhor que seja a história.

28] No hemisfério norte, usar sempre a roupa combinando com a estação do ano; braços de fora na primavera (por mais frio que esteja) e casaco de lã no Outono (por mais quente que esteja).

29] No hemisfério sul, encher a árvore de natal de algodão, mesmo que o Inverno nada tenha a ver com o nascimento de Cristo.

30] À medida que for ficando mais velho, achar-se dono de toda a sabedoria do mundo, embora nem sempre tenha vivido o suficiente para saber o que está errado.

31] Ir a um chá de caridade e achar que com isso já colaborou o suficiente para acabar com as desigualdades sociais do mundo.

32] Comer três vezes por dia, mesmo sem fome.

33] Acreditar que os outros sempre são melhores em tudo: são mais bonitos, mais capazes, mais ricos, mais inteligentes. É muito arriscado aventurar-se além dos próprios limites, melhor não fazer nada.

34] Usar o carro como uma maneira de sentir-se poderoso e dominar o mundo.

35] Dizer impropérios no trânsito.

36] Achar que tudo que seu filho faz de errado é culpa das companhias que ele escolheu.

37] Casar-se com a primeira pessoa que lhe oferecer uma posição social. O amor pode esperar.

38] Dizer sempre “eu tentei”, mesmo que não tenha tentado absolutamente nada.

39] Deixar para viver as coisas mais interessantes da vida quando já não tiver mais forças para tal.

40] Evitar a depressão com doses diárias e maciças de programas de TV.

41] Acreditar que é possível estar seguro de tudo que conquistou.

42] Achar que mulheres não gostam de futebol, e que homens não gostam de decoração.

43] Culpar o governo por tudo de ruim que acontece.

44] Estar convencido de que ser uma pessoa boa, decente, respeitosa significa que os outros vão pensar que é fraca, vulnerável, e facilmente manipulável.

45] Estar igualmente convencido que a agressividade e a descortesia no trato com os outros é que são sinónimos de uma personalidade poderosa.

46] Ter medo de fibroscopia (homens) e parto (mulheres).

47] Finalmente: achar que a sua religião é a única dona da verdade absoluta, a mais importante, a melhor, e que todos os outros seres humanos neste imenso planeta que acreditam em qualquer outra manifestação de Deus estão condenados ao fogo do inferno.»

In www.warriorofthelight.com